Domingo, 9 de Março de 2008

Acção Formação da APIE - Deficiência Mental

Avaliação Individual da Acção:
O cidadão deficiente mental não é um doente mental.”
(in carta dos direitos do cidadão deficiente mental)
 
O termo Reabilitar na Doença Mental e o Habilitar na Deficiência Mental expressam bem as diferenças entre estes conceitos tão distintos e tão frequentemente confundidos.
Quando nos referimos a Deficiência Mental e a Doença Mental devemos ter presente que o termo Deficiência Mental se refere a problemas no funcionamento intelectual e ao nível do comportamento adaptativo ao passo que a Doença Mental está relacionada com perturbações do foro psiquiátrico.
Na Deficiência Mental estamos perante uma insuficiência/incapacidade a nível mental, apresentando um funcionamento intelectual abaixo da média (Q.I. inferior a 70). A aptidão normal de compreensão, raciocínio e planeamento encontra-se gravemente afectada sendo necessários métodos de intervenção baseados no ensino de competências/capacidades para viver em comunidade pela 1ª vez. Surgem limitações pelo menos em dois aspectos do funcionamento adaptativo como: comunicação, cuidados pessoais, habilidades sociais, autonomia, saúde e segurança, entre outras, sendo esta, normalmente diagnosticada na 1ª infância e idade escolar. Na Deficiência Mental, a área mais afectada é a inteligência. A percepção de si mesmo e da realidade não se encontra alterada como na doença Mental.
Ao contrário desta, a Doença Mental é uma doença do foro psiquiátrico que afecta o funcionamento e comportamento emocional, social e intelectual. Caracteriza-se por reacções emocionais inapropriadas dentro de vários padrões e graus de gravidade, por distorções (e não por deficiência) da compreensão e da comunicação, e por um comportamento social erradamente dirigido e não por incapacidade de adaptação. A doença Mental surge normalmente no período de adolescência ou na idade adulta e recorre-se a métodos de tratamento que incidam na reeducação por forma a que as pessoas retomem o seu estilo de vida até ai normal.
Na generalidade dos casos, na doença Mental, a capacidade de discernimento do indivíduo encontra-se comprometida, afectando o comportamento e acaba por lesar outras áreas cerebrais como o poder de concentração, humor, bom senso, entre outras. Há uma ruptura na estrutura de vida provocada por problemas psíquicos.
Como referido na Lei de Higiene Mental de Nova York( 1992) a doença mental é uma "condição mental que é manifestada por um distúrbio no comportamento, sentimento, pensamento, ou julgamento de tal forma extenso, que a pessoa requer tratamento e reabilitação".
Conceitos bem distintos um do outro mas que por vezes são aplicados como sendo sinónimos de uma mesma condição.
(Autora: Carla Pinheiro)
 
sinto-me:
publicado porImage and video hosting by TinyPic Especiais e Excepcionais às 18:37
link do post | comentarImage and video hosting by TinyPic | favorito

Eu...

Julho 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Diferenças Recentes

Referências Importantes

Acção Formação da APIE - ...

NESTE NOVO ANO ...

BOM ANO 2008

DESEJO UM NATAL FELIZ E C...

FELIZ NATAL!!

Apoio Terapêutico Domicil...

NOVO ANO LECTIVO NOVA UNI...

A de Autista ...

"Carta de uma criança Índ...

A Criança que não queria ...

DIA MUNDIAL DA CRIANÇA

Thinking blogger Award

ARTE PARA A MÃE

DIA DA MÃE

A Esperança é uma Criança...

Fórum "Educar"

Acção de Formação

Inclusão... Integração...

Ser Criança

Ajudas Técnicas

FELIZ PÁSCOA !!!

As minhas Estrelas...!

Sorrisos

As melhores e mais bonita...

Hiperactividade e Défice ...

O nosso Cantinho Excepcio...

Brincar e Jogar

Criança!

Ser Criança!

Diferenças em Arquivo

Julho 2008

Março 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Agosto 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

tags

todas as tags

web counters
Home Depot Coupon
online
Estou no Blog.com.pt
blogs SAPO
Image and video hosting by TinyPic